Câncer de Ovário

Existem vários tipos de Câncer de Ovário?

O ovário é composto por diversos tipos de células que podem originar diferentes tipos de câncer (epiteliais, estromais, células germinativas). Cada tipo celular apresenta comportamentos, tratamentos e prognósticos diferentes. A maioria dos tumores de ovário são carcinomas epiteliais, isto é, com origem nas células epiteliais da superfície do ovário.

Os Cistos de Ovário têm relação com o Câncer Ovariano?

É importante ressaltar que o aparecimento de cistos no ovário não costuma ter relação com câncer de ovário. Esses cistos são pequeninas bolsas contendo líquido, que nem sempre causam sintomas e na maioria das vezes desaparecem sozinhos. Estes cistos podem fazer parte da ovulação, porém quando são grandes ou têm características suspeitas, a cirurgia é necessária para esclarecer a dúvida sobre a presença de malignidade.

O Câncer de Ovário é silencioso? Demora a apresentar sintomas?

Os ovários são dois órgãos que se ligam junto com as trompas, ao útero, um de cada lado. O câncer de ovário é silencioso, demora a apresentar sintomas e pode crescer bastante antes de ser detectado. Infelizmente, cerca de 75% dos casos têm o diagnóstico quando a doença já está avançada, 10% dos casos têm um componente genético e podem estar relacionados com o câncer de mama.

Quais os sintomas mais comuns no Câncer de Ovário?

Como a doença não provoca sintomas em seus estádios iniciais, normalmente quando ela é descoberta já se encontra em estádio avançado. Os sintomas são comuns a várias doenças e podem ser confundidos com outros problemas.

Entre eles estão:

  • Dor abdominal ou na região pélvica
  • Aumento de volume abdominal
  • Azia
  • Aumento da frequência urinária
  • Dor lombar (dor nas costas;
  • Prisão de ventre
  • Náusea
  • Sangramento vaginal

Qual o principal sintoma do Câncer de Ovário?

Quando há uma forte suspeita de câncer de ovário, o médico pode pedir exames adicionais como tomografia computadorizada, CA 125 (que é um marcador tumoral que pode estar aumentado no câncer de ovário e é dosado no sangue), em alguns casos colonoscopia (para avaliar a parte interna no intestino grosso) e, outros exames, sempre individualizando caso a caso.

Cabe ressaltar que os marcadores tumorais podem estar alterados em várias outras doenças benignas.

Qual o tratamento do Câncer de Ovário?

Confirmado o diagnóstico, o tratamento dependerá do estadiamento da doença, isto é, do estádio em que ela se encontra. O procedimento básico de diagnóstico e tratamento é a cirurgia.

Durante a cirurgia há a participação do patologista, cujo o trabalho é fundamental, pois é ele quem diagnostica o câncer, definindo se um tumor é maligno ou benigno.

Também se utiliza a quimioterapia na maioria dos casos, que pode ser uma combinação de várias drogas administradas por via intravenosa.

Existe alguma forma de detecção precoce do Câncer de Ovário?

Ainda não existe nenhum método totalmente eficaz no diagnóstico do câncer de ovário, e os pesquisadores do mundo inteiro estão em busca de marcadores sanguíneos que possam indicar a presença do tumor antes mesmo dele causar sintomas.

Existe a possibilidade de preservação da fertilidade no Câncer de Ovário?

A realização de uma cirurgia conservadora com preservação do útero e do ovário não tumoral deve ser estudada em casos excepcionais, onde a mulher deseje preservar a fertilidade. Esta conduta dependerá do estadiamento da doença (extensão da doença) e do tipo histológico (célula) do tumor.