Câncer de Vagina

Pode aparecer câncer dentro da vagina?

Sim.
Mas o câncer de vagina é uma lesão extremamente rara, correspondendo a 1% de todos os tumores ginecológicos . O tipo histopatológico mais frequente é o carcinoma epidermóide, acometendo 85% dos casos. Mas também podem ser encontrados adenocarcinoma, sarcoma, melanoma, carcinoma de pequenas células, linfoma e tumor carcinóide.

Qual a idade mais frequente para o aparecimento do câncer de vagina?

O câncer de vagina está associado às mulheres na menopausa, sendo o pico de incidência aos 69 anos. Em alguns casos o adenocarcinoma de vagina afeta mulheres entre 14 e 19 anos.

Quais os fatores de risco no Câncer de Vagina?

A presença do HPV (papiloma vírus humano), tabagismo, radioterapia prévia na pelve e imunossupressão .

Existem lesões precursoras do Câncer Vaginal?

Sim. As .neoplasias intraepiteliais de vagina (VAIN) são lesões precursoras, embora o potencial de malignização seja baixo.

A biópsia é fundamental para o diagnóstico do Câncer de Vagina?

Sim. O diagnóstico do câncer de vagina é confirmado por meio de biópsia.

Quais os sintomas mais comuns no Câncer de Vagina?

Sangramento vaginal é a principal queixa clinica, o corrimento vaginal contínuo pode estar presente, assim como sintomas urinários ou dor pélvica.

Qual o tratamento para o Câncer de Vagina ?

O tratamento é usualmente através de radioterapia ou cirurgia, cada caso deve ser individualizado e avaliado por um médico especialista.